Conhori


CONHORI - A RAINHA DAS CONIAPAYARAS



Coniapayaras, mulheres senhoras de si, ou grandes senhoras. Denominação dada as Amazonas que serviam a Coroacy, o Deus sol. Diferente das Icamiabas, as Amazonas da Lua, as Coniapayaras possuiam grandes cidades e grandes tesouros antes de Coroacy, o Deus Sol as abandonarem e dar o poder que pertencia as mulheres aos homens representado por Jurupari. Em meio ao declínio das Amazonas do Sol, surgiu uma Conhori (que na verdade não é um nome, mas um título dado a guerreira líder mais forte) que levou o nome da lenda das amazonas até o outro lado do oceano. Conhecido pelos inimigos como a "monstra gigante do pássaro de fogo", ela matou sem piedade todos os inimigos que encontrou em sua época e foi a mais notável inimiga de todas as tribos que seguiam as leis de Jurupari. Sua casa era adornada com um tapete de ossos dos derrotados e os jardins haviam estacas de bambus onde os corpos daqueles que ela matou ficavam empalados como troféus. Uns diziam que ela era mais forte que cem homens e o seu corpo era esculpido em diamante tamanha a sua resistência física. Entre verdades e mentiras, Conhori tinha ódio dos homens e raros foram aqueles que conquistaram a sua confiança. Implacável em sua ira contra aqueles que usurparam a glória das Coniapayaras, Conhorí defendeu a história de sua tribo até a morte.

Dados sobre a personagem:
Nascida no ano de 1735
Falecida no ano de 1767
Altura: 2,10
Guerreira do fogo marcada na alma pelo poder de Guaracy, o pássaro do sol que a tudo abrasa e incinera. Suas ações no passado ressoam até o tempo presente influenciando na história.